Arquivo da tag: Oficina

Confecção de Pife com Bambuzeiro no Festival de Cultura 2009

Em 2009 foi lindo gente, e essa nova oficina promete.

Vamos colher os bambus, expressaremos nossos sentimentos e individualidades nos pifes confeccionados, e por fim muito som para selar a vibração comum. Energização para fechar o ano com muito astral. Confraternização com gente do bem, ao som do vento, das águas, dos passaros, e dos pifanos!

1 comentário

Arquivado em PRINCIPAL

Oficina de Confecção e toque de pífanos “O sopro da Mata”com o grupo Bambuzero

A Fuá Produções é uma produtora cultural de Curitiba que oferece inúmeros projetos artístico-culturais. O projeto “Oficinas Fuazêiras”, promove um encontro com profissionais e grupos de lugares diferenciados e com propostas inovadoras. A primeira oficina foi “Canto – O impulso na voz e no corpo”, com a cantora e rabequeira Renata Rosa, a segunda edição  “Sala de Coco – Coco de Roda de Pernambuco” com Guga Santos e Alessandra Leão, ambos grupos de Pernambuco. Agora temos o prazer de receber os pifeiros do grupo Bambuzero de Campinas-SP.

A oficina será num sítio maravilhoso, em Morretes, com a natureza pulsando ao redor enquanto o feitio das flautas e o aprendizado musical vai sendo construído.

Os ministrantes proporcionam além de uma vivência artística ampla, uma breve mostra de vídeos com as bandas tradicionais de pífano. Cada participante terá a oportunidade de fazer sua flauta e aprender a afinar, tocar, até uma formação de repertório.
A oficina é livre, não sendo necessário nenhum conhecimento específico.
Dentro do pacote oferecemos hospedagem, alimentação (café da manhã, almoço e jantar) e alojamento.
Será uma linda vivência.
Esperamos a todos lá!!

Essa é a primeira oficina que vamos conviver um fim de semana trocando experiências!

Não se esqueça de levar repelente contra insetos, roupas de banho, protetor solar, chinelos, toalha, etc.. ! Um abraço forte e até lá!

Isa Flores, Analice Trindade e Julia Basso

INSCRIÇÕES: (somente 15 vagas)

https://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dEFnVzJ1UHZVM1Zwb3Jlbk9Rckphd0E6MQ

Deixe um comentário

Arquivado em PRINCIPAL

Canto – O Impulso na Voz e no Corpo

Oficina ministrada por Renata Rosa

O objetivo deste trabalho é desenvolver a relação orgânica entre o movimento, a respiração e a produção de voz através de um conjunto de dinâmicas que envolvem rolamentos, o jogo lúdico-técnico do aquecimento vocal e da exploração de ressonâncias e cantos e danças tradicionais onde voz e movimento, canto e dança estão profundamente associados. O foco deste trabalho será a relação precisão/organicidade, o pulso no corpo e na voz, nuances e equilíbrios, a relação com o chão, a energia do canto, suas ressonâncias, a construção da presença e a busca de uma expressividade pessoal

Renata Rosa

Cantora, rabequeira, atriz e pesquisadora, há anos vive mergulhada no contexto poético-musical da Zona da Mata Pernambucana e do Baixo São Francisco Alagoano.

Estudou Letras e Fonoaudiologia na USP e Música com habilitação em Canto na Universidade Livre de Música Tom Jobim. Aprendeu a arte do canto sinuoso das cantadeiras no convívio com Cema e Noraia (Aldeia Kariri-Xocó).

Integrou o Núcleo de Estudos da Voz na PUC de São Paulo, e o Núcleo de Ação e Performance do Pólo Sul Americano do Ator Contemporâneo (RJ), dirigido pelo diretor iraniano e pesquisador das linguagens teatrais Massoud Saidpour.

Desenvolveu o trabalho de pesquisa sobre movimento e voz “ Canto e dança  – o impulso na voz e no corpo” a partir dos cantos caboclos do Baixo São Francisco e vem ministrando workshops a inúmeros  Centros de formação e Companhias de teatro, música e dança no Brasil e no exterior, com destaque para: VIVA! Performances (Cleveland Museum of Arts /Ohio), Centre Hippocampe e Theatre de la Ville  (Paris), Conservatórios de Amsterdam e de Roterdam , entre outros.

Foi a protagonista feminina Maria Safira da minissérie A Pedra do Reino, de Luis Fernando Carvalho, para a qual também musicou os poemas de Ariano Suassuna e dirigiu o Coro de Maria do Badalo.

Seus discos receberam os Prêmios CHOC DE L’ANNÉE 2004 (Zunido da Mata) e Prêmio da Musica Brasileira 2009 (Manto dos Sonhos).

Número de vagas: 20

Carga horária/nº de dias: 4 horas/ 3 dias  Total : 12 horas

Público alvo: músicos, atores, cantores, bailarinos e estudantes

Os alunos devem trazer uma roupa para o treino físico e outra para o canto (calça para os homens e saia rodada para as mulheres)

O piso deve ser extremamente limpo, pois a primeira dinâmica do trabalho inclui rolamentos.

1 comentário

Arquivado em PRINCIPAL