Arquivo do autor:juliabasso

I Encontro de Fandangueiros de Iguape e Peruíbe

Começa hoje a 1ª FESTA DA COOPERPESCA E ENCONTRO DE FANDANGUEIROS DE IGUAPE E PERUÍBE

A sede da Cooperpesca recebe de 10 a 12 de novembro a primeira festa dos pescadores artesanais em parceria com os fandangueiros caiçaras da região! Na programação teremos apresentações musicais, baile de fandango, bingo com premio especial de 1 barco com borda alta além de concurso de contador de histórias de pescador! Vai ser uma grande festa na comunidade com comes e bebes!

Serviço:
1a COOPERFESTA e Encontro de Fandangueiros Iguape – Peruíbe/SP.
10, 11 e 12 de Novembro de 2017
Local: Sede da Cooperpesca: Avenida Dornellas, 150, Bairro da Prainha (Aquárius), Iguape/SP.

Mais informações: www.facebook.com/events/251141202082188

Realização:
COOPERPESCA – Cooperativa dos Pescadores Artesanais do Bairro da Prainha de Iguape.
Projeto – Ô de Casa – Mobilização, Articulação e Salvaguarda do Fandango Caiçara
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN
Ministério da Cultura

Colaboração:
AJJ – Associação dos Jovens da Juréia
AAPCI – Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Iguape.

Apoio:
Prefeitura Municipal de Iguape
Colônia de Pescadores Veiga Miranda – Z7

 

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Henrique Araújo e Regional Imperial (SP) fazem show no BNDES (RJ)

No dia 25 de outubro, estaremos no Rio de Janeiro com o espetáculo “O choro do Sertão” pré-lançando o CD homônimo do bandolinista Henrique Araújo (SP) acompanhado pelo talentosíssimo Regional Imperial. O show será apresentado no projeto Quartas Instrumentais no Teatro do BNDES. Após anos de pesquisa debruçada na obra do grande Dominguinhos. Apresentando um repertório com composições de choros do Mestre, o show é uma homenagem ao grande compositor da musica brasileira e revela uma face pouco conhecida de Dominguinhos apresentado em um formato tradicional de choro.
Confira as fotos de André Telles
 
Show Gratuito – retirada dos ingressos uma hora antes do show
Local: Espaço Cultural BNDES – Av. República do Chile, 100 – Centro
Horário: 19h00
Ficha Técnica
Henrique Araújo – bandolim
Gian Corrêa- Violão 7 cordas
João Camarero – Violão 7 cordas
Lucas Arantes – cavaquinho
Rafael Toledo – pandeiro
Produção: Fuá Produções

 

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Ô de Casa: Mobilização, Articulação e Salvaguarda do Fandango Caiçara

O Fandango Caiçara é uma expressão musico-coreográfica registrada como patrimônio imaterial brasileiro desde 2012 e o projeto Ô de Casa, tem como objetivos facilitar a mobilização e articulação de fandangueiros, grupos de fandango, instituições parceiras da sociedade civil e poderes públicos dos municípios em que há incidência do Fandango: Morretes, Paranaguá e Guaraqueçaba (PR); Cananéia, Iguape, Peruíbe, Ubatuba e Ilha Comprida (SP) e Parati (RJ) contribuindo com  a salvaguarda do fandango caiçara e promovendo a constituição de um Comitê Gestor de Salvaguarda do Fandango Caiçara, responsável pelo monitoramento e avaliação das ações de salvaguarda deste bem cultural.

A proposta prevê a criação de espaços de diálogos entre os diferentes atores envolvidos com a prática e a salvaguarda do fandango caiçara. Para tanto, estão previstos ações de promoção do bem cultural visando o fortalecimento o intercâmbio por meio de encontros locais, bailes, reuniões, oficinas, fóruns, mesas de debate, exposições fotográficas e criação de um canal virtual.

A elaboração do projeto é resultado de um longo processo, que une ações de salvaguarda, rodas de conversa e do fomento de processos associativistas no universo caiçara. Subsidiado pela anuência de relevantes atores, grupos, pesquisadores e representantes do poder público, a proposta visa dar continuidade as ações participativas realizadas pelxs fandangueirxs. No ano de 2017 serão realizados cinco encontros locais (Paranaguá, Guaraqueçaba, Cananéia, Iguape e Ubatuba) que visam agrupar, discutir, pensar e possibilitar as trocas entre todos os sujeitos participantes desta rede.

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Brincante Itinerante (SP) em Florianópolis!

Com alegria te convidamos para participar da 1ª edição do curso  A Arte do Brincante para Educadores que acontecerá de abril a novembro pela primeira vez em Florianópolis.  O curso, realizado pelo Espaço Imaginário e a Casa Amarela, será ministrado pelo Instituto Brincante, que atua há 20 anos formando educadores e artistas em todo o Brasil.

O curso acontecerá durante os meses de maio a dezembro de 2014 na  Casa Amarela e é composto de sete módulos que acontecerão durante um final de semana por mês.

As vagas são limitadas. Confira as datas, valores e também os educadores que farão parte deste curso e inscreva-se! Qualquer dúvida entre em contato.

 

Cada módulo será conduzido por um educador do Instituto Brincante:

• Danças Brasileiras – Prática das formas de dança presentes nos folguedos populares brasileiros, bem como estudo e reflexão sobre a sua função na educação brasileira. 

 Educador: Rosane Almeida

• Figuras e adereços dos folguedos populares – Confecção, utilização e manipulação de figuras (míticas e típicas) presentes no teatro, na dança e nos folguedos da tradição popular brasileira.
Educador: Cristiane Cruz

• Músicas da cultura popular – Um passeio pelo universo dos ritmos e cantigas da música brasileira.
Educador: Mariana Fagundes/Matheus Prado

Ferramentas para contar histórias – Estudo e exercício das diferentes formas de contar da tradição oral, vistas como instrumento de educação.
Educador: Antonio Meira

 • Brincadeiras da cultura da criança – Reflexão sobre as múltiplas dimensões da cultura infantil. Busca compreensão mais ampla e sensível do universo da criança a partir de uma experiência renovada do brincar.

Educador: Flora Popovic
• Construção de Brinquedos & Brincadeiras – Construção de brinquedos presentes na cultura tradicional infantil brasileira a partir do estudo da riqueza de suas formas e mecanismos.
Educador: Carla Passos
• A palavra poética – Introdução à poética popular brasileira por meio da prática e estudo de suas formas e gêneros.
Educador: Lucilene Silva

 

Datas

Abril a Novembro de 2015 (segundos finais de semana de cada mês)

Horários:
Sex: 18:30 as 22:30
Sab: 9:00 as 18:00
Dom: 9:00 as 18:00

Investimento:

Para garantir sua vaga você deve preencher o formulário de inscrição aqui  e entraremos em contato para enviar informações sobre o pagamento e entrega dos cheques.
Inscrição R$ 180,00
+ 7 parcelas de R$370,00 (em cheques pré-datados)

Local:

ESCOLA CASA AMARELA  – Rua Elpídio da Rocha 200 – Rio Tavares
Florianópolis/Santa Catarina/Brasil

Para mais informações entre em contato:

espacoimaginario@gmail.com ou pelo telefone: (48)9181-6227 (Lia Mattos)

 

Realização:

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Um novo olhar sobre a infância e a educação

É com imensa alegria que a Fuá Produções e o  IPHAN-PR, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, trazem a Curitiba as grandes educadoras e pesquisadoras da Cultura da Infância e das manifestações tradicionais brasileiras, Lucilene Silva (SP) e Lia Mattos (BA), para realização de oficinas voltadas ao professores da Rede Municipal, integrando a programação da Semana Cultural em Curitiba no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal de Educação nos dias 24 e 25 de outubro.

Semana Cultural

No dia 24 de outubro Lia Mattos ministrará a oficina EDUQUE BRINCANDO: ARTE, BRINQUEDO E TECNOLOGIA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA, com o objetivo trazer o debate a utilização das ferramentas tecnológicas, de fácil acesso atualmente, com a produção de conteúdo que traga a abordagem das práticas da culturais da infância. A prática relaciona o reconhecimento da própria identidade pessoal dos professores com as possibilidades de concretizar registros audiovisuais sobre a memória cultural do grupo, buscando responder a pergunta “como podemos contar e registrar estas histórias utilizando um aparelho celular?” apresentaremos possibilidades de utilização dessa tecnologia para trabalhar diferente temas em sala de aula.

Público alvo – professores do fundamental 1 – 1 a 5 ano
Vagas: 30 educadores por turno
Ministrante: Lia Mattos
Dia 24/10/2013.

oficina Lia Mattos

Na sexta-feira, dia 25, é a vez da oficina MUSICA INFANTIL E CULTURA TRADICIONAL DA INFÂNCIA, facilitada por Lucilene Silva. A partir da prática de repertório de brincadeiras tradicionais de diferentes regiões do Brasil, que há 10 anos vem sendo pesquisadas, nessa oficina refletiremos sobre a Criança, o Brincar e a Cultura Infantil através de imagens da cultura da Infância no Brasil e América Latina, trazendo reflexões sobre a universalidade do brincar, a diversidade de gestos na cultura infantil e a importância do brincar para desenvolvimento da criança com práticas coletivas de repertório da Cultura Infantil: acalantos, brincos, fórmulas de escolha, rodas, amarelinhas, jogos, pegadores, brincadeiras com bola, corda, elástico, mão, pedra, etc.

Público Alvo – Professores do Fundamental I e II
Vagas: 30 educadores por turma
Ministrante: Lucilene Silva
Data: 25/10/2013

Oficina Lucinele Silva

LIA MATTOS
Atualmente Coordena o Espaço Imaginário – Arte, educação e tecnologia, (www.espacoimaginario.com) um centro de referência da Cultura da Infância em Campo Grande – MS e coordenadora do Projeto Memórias do Futuro – Olhares da Infância brasileira (www.memoriasdofuturo.com.br) com foco na pesquisa e documentação e irradiação dos saberes infantis. Concebeu o núcleo de pesquisa e formação de educadores do Memórias do Futuro além de fomentar ações de multiplicação por uma educação sensível. Há 15 anos desenvolve projetos de produção e pesquisa na área audiovisual como editora e produtora de cinema e vídeo. Como arte-educadora atua em ações cujo foco são a infância e educação audiovisual. Atualmente dirigiu junto a Alexandre Basso o filme documentário Mitã, que trata da infância mas com o foco no potencial criativo da Criança.

LUCILENE SILVA
Educadora musical com formação em Canto Popular e pós-graduação em Música Brasileira; desenvolve desde 1998 pesquisa e documentação de Cultura da Criança, Música Tradicional da Infância e Cultura Brasileira no Brasil e América Latina; professora nos cursos de Música Brasileira, Produção Musical, Dança e Fotografia da Universidade Anhembi Morumbi; representante em São Paulo da Casa das Cinco Pedrinhas fundada pela pesquisadora por Lydia Hortélio; integrante da equipe de educadores do Instituto Brincante; professora de música na “Casa Redonda Centro de Estudos”; coordenadora do Centro de Estudo e Irradiação da Cultura Infantil e Centro de Formação de Educadores da OCA- Escola Cultural; integrante da Cia Cabelo de Maria com participação nos CD´s Cantos de Trabalho, São João do Carneirinho e Bainás; responsável pela redação e partituras no livro “Brincadeiras para Crianças de Todo o Mundo” ; autora do artigo “Música Tradicional da Infância” editado no livro A música na Escola; cantora e produtora nos CD’s “ Abra a Roda Tindô-lê- lê” e “Ô Bela Alice” produzidos pela pesquisadora Lydia Hortélio.

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Para ilha de Florianópolis requebrar

Nessa sexta-feira, dia 01/03 Florianópolis recebe pela primeira vez a tradicional festa realizada pela cantora Alessandra Leão (PE) e o maestro Caçapa (PE): La Tabaquera. Dessa vez com a participação mais que especial do cantor e compositor Kiko Dinucci (SP). A proposta da festa é trazer os ritmos africanos, caribenhos e latino-americanos para a pista de dança, embaladas pelos vídeos compilados pela cantora. Vale a pena experimentar, não é fácil encontrar festa boa assim por esse mundão afora! Ai vai o teaser para o pessoal entender do que se trata!

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado

Mais Samba da Tradição

Esse domingo, dia 26/02 inicia mais uma etapa do Samba da Tradição na Sociedade Operária Beneficente Treze de Maio. Em 2012 o projeto acontece todo último domingo do mês, sempre a partir das 14h com homenageados que influenciaram, contribuiram e ainda contribuem para o desenvolvimento do samba paranaense.

Neste domingo o foco é o carnaval: os convidados da vez são o mestre de bateria da escola Leões da Mocidade, compositor e músico Mestre Divino; o cavaquinista curitibano Willian do Cavaco e o interprete Júlio Mocidade. A base do samba fica por conta dos músicos residentes integrantes do Regional Malária.

O projeto é uma parceria entre músicos, produtores e agitadores culturais que acreditam no resgate, valorização e disseminação das manifestações culturais existentes em cada região, atuando em diferentes frentes no Paraná. O Samba da Tradição conta com o apoio dos empreendimentos  “2M Luz e Som”, “Os Caprichos de Maria”, “Fuá Produções”, “Curitiba Cultura”, “Candyland Comics”, “Effex – Tecnologia e Criação”, “Simetria Gráfica” e toda a equipe atuante da Sociedade Treze de Maio

Quem foi uma vez sabe, vale a pena conferir!

Serviço

data: 26/02/2012

local: Sociedade 13 de Maio – Rua Clotário Portugal, 274

horário: 14h as 19h

entrada: R$ 6,00  (associados, crianças até 10 anos e adultos acima de 65 anos não pagam)

Deixe um comentário

Arquivado em Não categorizado