Jam da Silva

 

Jam da Silva é um percussionista pernambucano que fez do Rio de Janeiro sua casa há quatro anos já foi parceiro de nomes que vão da francesa Camille a Marisa Monte. Em 2008, Jam chamou a atenção como compositor, ao abrir os discos de Roberta Sá e Elba Ramalho, com as músicas “O pedido” e “Gaiola da saudade”, parcerias com os conterrâneos Junio Barreto e Maciel Salú. Seu primeiro disco solo, “Dia santo”, lançado de forma independente no fim do ano, traz a maturidade de uma artista capaz de cruzar fronteiras culturais, geográficas, estéticas e ainda assim se sair muito bem em sua proposta: os elementos acústicos predominam, mas também é um prato feito para remixes . Há uma “brasilidade” inegável, mas poderia ser um disco produzido em qualquer lugar do Planeta Música . É um trabalho de compositor no qual as melodias soam objetivas e – território difícil – a concepção rítmica dá o caráter final. E isso não é para qualquer um… Catalogar “Dia Santo” nos gêneros comerciais é trabalho inútil.

. aka Dj Dolores ….

Confira o vídeo feito pela DobleChapa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s